Brandind | Sério Azevedo Cirurgia Plástica

Quando Sérgio me contatou, pediu que criasse a identidade visual dele, cirurgião-plástico, fugindo do óbvio assim, evitei rostos, corpos, símbolo da medicina e afins. Busquei algo que fosse de maior representatividade e significativo o suficiente para ser referência em conceito e objetividade.

Enquanto lia e pesquisava referências visuais me deparei com uma questão: O que querem as pessoas que procuram a cirurgia plástica? Dentre as mais variadas respostas, foquei em uma apenas: A perfeição.

Lembro-me de algumas conversas em que falávamos sobre a busca pela perfeição e me lembrei da Proporção Áurea que, segundo uma pesquisinha rápida na internet (wiki):

Proporção áurea ou número de ouro é uma constante algébrica irracional identificada pela letra grega ? (phi). Essa constante (aproximadamente 1,618), desde a antiguidade é aplicada na arte e com mais frequência na natureza. Justamente por haver essa frequência, o número de ouro ganhou um status de “quase mágico”, sendo alvo de pesquisadores, artistas e escritores. O fato de ser encontrado através de desenvolvimento matemático é que o torna fascinante.

Todas as formas naturais são derivadas desses cálculos, o que as tornam harmoniosas e simétricas. À partir do símbolo phi, desenvolvi um símbolo que, colocado propositalmente à esquerda da tipografia da marca, estabiliza-se próximo ao ponto de equilíbrio utilizado no retângulo da proporção áurea (ou divina).

O que vocês acharam?

O vídeo abaixo explica com imagens um pouco da Proporção Áurea:

[bd_vimeo id=9953368 ]